0

Imagem policia de França e a celebre frase "Je suis Charlie".
Segundo o jornal Diário digital, a polícia anti-terrorismo de França convergiu para uma região a nordeste de Paris, esta quinta-feira, depois de os dois irmãos suspeitos de cometerem o ataque ao jornal semanal Charlie Hebdo terem sido vistos num posto de gasolina da área.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, disse temer que os militantes islâmicos que mataram 12 pessoas ataquem novamente, enquanto a polícia realiza uma caça aos suspeitos pelo país.

Duas fontes da polícia disseram que os suspeitos foram vistos armados e com capuzes num Renault Clio próximo a um posto de gasolina numa estrada de Villers-Cotterets, a cerca de 70 km da capital francesa.

O autarca da cidade vizinha de Crépy-en-Valois, Bruno Fortier, disse que helicópteros estavam a sobrevoar a sua cidade e que havia muitos homens da polícia e das forças anti-terrorismo.

«É uma valsa incessante de carros e camiões da polícia», disse, acrescentando que não podia confirmar os relatos de que os homens estavam cercados numa casa da região.

Enviar um comentário

 
Top